Quem se expressa diz ao mundo o que sente

mikeL041Vivo a vida buscando maneiras de me expressar. Sinto agora que estou cheio de ideias e ideais que poderiam mudar o mundo. Tenho tantas oportunidades de escolha, maneiras diferentes de viver a vida, de aproveitar a vida. Vejo que o mundo abre suas portas, viajar e conhecer novas culturas rejuvenesce a alma. Tudo isso me faz ver que não sei nada, me dá vontade de sair por aí e conhecer tudo. Mas, ao mesmo tempo, me sinto frágil. Meu corpo, diferentemente da minha alma, tem limites. Preciso me cuidar: fazer restrições e cortar exageros. Preciso ter equilíbrio. É estranho, busco equilíbrio no corpo, mas desequilíbrio na alma. Quero estar confortável e desconfortável ao mesmo tempo, pois sei que quero aprender e crescer todos os dias, mas meu corpo é limitado, e o menor descuido pode me privar de, por exemplo, fazer uma viagem.

Tenho sede, mas preciso ser cauteloso. Tenho sonhos grandes, ideais com muito potencial de transformação, mas, assim como meu corpo é limitado, a sociedade também é. Penso em viver uma vida de aprendizado, com viagens, amizades, um trabalho do qual eu me orgulhe. Sinto que ir atrás de tudo isso é o caminho certo, mas quando pego o elevador ouço a ascensorista dizer “que saco, não aguento mais isso”. Ouço isso e me pergunto: como posso ser feliz e conviver com pessoas que estão infelizes? É como se fosse uma desigualdade, algo tão forte que me paralisa e me faz pensar.

Chego então a duas soluções, dois meios de ser feliz. O primeiro é simples, na verdade é simplista. A solução seria me isolar de toda e qualquer pessoa infeliz, se necessário de toda sociedade. Viver em um retiro em que sou feliz, sozinho.

A segunda solução é mais complexa e desafiadora, no entanto é um desafio que dá gosto de tentar realizar. A solução, diferente do que se possa pensar, não é tentar tornar todas as pessoas do mundo felizes, até porque não tenho esse poder (alguém tem?). O desafio é, na verdade, aumentar e propagar cada vez mais e de maneira mais forte a felicidade que sinto. Felicidade, aquela que vem de dentro, que é verdadeira, contagia quem está em volta. Quanto mais forte a felicidade, mais ela contagia, e assim, naturalmente, temos à nossa volta mais pessoas felizes. Quanto mais nos expressamos, mais propagamos a felicidade. É engraçado, na vida tudo é conectado; como eu poderia ser feliz sozinho? Já fiz então a minha escolha: como disse no início, vivo a vida buscando maneiras de me expressar.

 

PS: Obrigado Rio de Janeiro por essa inspiração!

Anúncios

4 pensamentos sobre “Quem se expressa diz ao mundo o que sente

  1. a minha frlicidade é ser tua vó, e percebrr que este neto eu não precso me preocupar, ele já encontrou o rumo certo, que é a busca da paz,o ideal da humanidade,se todos se preocupassem com um pouco mais com o outro ser, ambos seriam mais felizes e o mundo perfeito, te amo muito.

  2. Por isto sei que gosta de estar comigo!!!! hahahhahah !!! Por mais estranho que pareça ser, sempre estou bem, e sou muito feliz! como a Cida falou continue contagiando as pessoas de amor e felicidade!! Conte comigo!!! beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s