O que eu quero

O que eu realmente quero
A vida ou o ego?
Pra que essa culpa, esse ódio, esse desespero…
Que pedra é essa que eu carrego?

Pra que tantas respostas
Se não sei nem o que perguntar
Pra que tanta pressa
Quero saber pra onde andar

Hoje eu corro, me perco
Mas é tudo controlado
Não tem margem pra erro
Quem me controla é o medo

Minha luz ainda brilha, opaca
Minhas raízes parecem fracas
Meus tornozelos doem
Minha cabeça… está cheia de outras cabeças que me confundem

O que eu realmente quero?
Estou aprendendo a viver no limbo
Minha vida é uma miragem sem foco, sem definição
Não sei se rio ou choro, agradeço ou peço perdão

Não sei se… não sei
No meio de tantas incertezas
Me surge uma verdade, mais uma…
Eu quero crescer

Quero crescer meus dentes
Pra sorrir mais pra vida
Quero crescer minhas pernas
Pra caçar mais vistas belas
Quero crescer meus braços
Pra acolher mais nos abraços
Quero crescer minha mente
E ser mais consciente
Quero crescer meu coração
Pra entender a beleza de um “não”
Quero crescer minhas raízes
Pra sentir o chão e entender
Que o que importa mesmo é aquilo que não se vê

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s