OLELÊ OLALÁ

Garçom– EEEEI!

– PSSSSSSSSS

– (Nessa hora todo mundo é amigo…)

– (Nessa hora eu sou o chefe, o patrão, o magrão…)

Nesse hora, de poder e submissão

A mente voa

O pensamento devora

Tão à toa

Que o corpo chora

O descontrole da noite toma conta de tudo

Cheiro de cigarro e barulho

Mais um pedido, mais seis pedidos

Três cervejas, dois drinks, duas palmadas bem dadas

Uma mentira é tão verdade quanto a mentira que a criou

Três da manhã

O ônibus não vem

Se arrasta na avenida

Mas a beleza flutua

Flutua na lente dos olhos, dos óculos

Que coloco agora, não pra enxergar

Mas pra não ver mais nada

A mente exausta

Não aguenta a alma

O corpo exausto

Não sustenta

Mais um trauma

Foi embora e nunca mais se viu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s